Subindo Arthur’s seat: o vulcão extinto de Edimburgo

Subir o Arthur’s seat (Assento do Arthur) era uma das coisas que mais queria fazer quando planejei minha viagem para Edimburgo.
Não só porque sou aventureiro e adoro me excitar, mas também porque este morro imponente proporciona vistas panorâmicas incomparáveis da capital da Escócia.
Edimburgo está situada entre sete morros e teve origem a partir de atividade vulcânica ocorrida a mais de 350 milhões de anos. O Arthur’s seat é o vulcão extinto da cidade e o mais alto desses morros.

Edinburgh Arthurs'seat
Arthur’s seat visto de Calton Hill

Amanhecer X Entardecer

Eu sabia desde o começo que a trilha do Arthur’s seat seria relativamente fácil, já que o cume está a apenas 251m acima da cidade, e a caminhada não leva mais de 30 minutos.
O que eu não tinha certeza era se eu deveria fazer a caminhada pra ver o pôr-do-sol ou nascer do sol. Mas depois de algumas pesquisas eu decidi fazê-la ao amanhecer.

Edinburgh Arthur's seat
Nasser do sol no Arthur’s seat.

Se acordar cedo não é a sua, opte pelo pôr-do-sol, mas certifique-se de que o tempo estará bom.

Previsões do Tempo

O Reino Unido tem uma reputação de ter um clima “bem mais ou menos”.
A verdade é que, se você passar uma semana lá, e nao chover pelo menos um dia, considere-se um(a) sortudo (a).
Pois bem, durante a minha viagem para a Escócia não foi diferente. O clima mudou muito a cada dia, e nos quatro dias que estiva lá, estava nublado, ensolarado, céu azul, cinza e chuva, tudo em um único dia.
Fazer uma trilha com chuva não é recomendado, uma vez que o gramado torna-se escorregadio, e as chances de se machucar aumentam. Por isso, é importante verificar a previsão do tempo antes de se aventurar.
Acabei escolhendo um dia com céu claro pois seria capaz de ver o sol nascer, mas terminou sendo o dia mais frio da minha viagem: 6C e com sensação térmica de 3C. Que friaca!

Trilha do Arthur’s seat

Acordei às 6h30min, arrumei a minha mochila com água e frutas, e dirigi até Holyrood Park, onde o Arthur’s seat está localizado.
O estacionamento mais próximo do cume fica em Dusanpie Loch, e de lá é só subir um ladeirão por 15min; o que torna esta trilha ainda mais fácil e adequada para todos.
Infelizmente, a rua que dava acesso ao estacionamento estava fechada, e tive que deixar o carro na entrada do parque.
Comecei a caminhada às 07h13min e em vez de seguir a rua em direção Dusanpie Loch, peguei algumas subidas ora rochosas ora cheias de grama, e seguir a trilha deixada por outros aventureiros.
Há muitas outras trilhas que são mais longas e difíceis, mas que porém oferecem vistas diferentes de Edimburgo. As mais comuns são por Salisbury Crags, um morro abaixo do topo que fica bem de frente para a cidade.
Mesmo o sol não tento saindo ainda, a super lua iluminava o caminho e deixava a paisagem super bonita e pitoresca.

Arthur's seat

Chegando no topo

A Cidade Velha e a Cidade Nova foram ficando pequenas, e o céu tornando-se mais iluminado à medida que me aproximava do cume.
O vento soprava forte e eu estava congelando…
Arthur’s seat é composta por morros com formas e elevações distintas, cobertas com grama de diferentes tons de verde, ocre e cinza. Esta paisagem me lembrou os famosos Highlands escoceses, mas na verdade eu estava no meio de Edimburgo, a segunda maior cidade da Escócia.

Arthur's seat
Os últimos metros é por um caminho íngreme com uma corrente de metal que leva a uma encosta rochosa até o cume.
Exatamente 30 minutos depois que comecei, estava no topo de Arthur’s seat, e enquanto o sol não saía eu admirava a vista, que por sinal era magnífica.
No topo o vento era ainda mais forte, a temperatura caiu (sensação de 2C), e minhas mãos e orelhas estavam congelando. O sol ainda estava atrás das nuvens, e eu não sabia se esperava um pouco mais ou ia embora.
A vista panorâmica inclui a Cidade Velha e a Cidade Antiga, Hollyrood Palace e Parque, North Sea, Salisbury Crags, Dunsapie Hill e vários outros morros menores. Apesar do tempo frio, estava curtindo a vista de um dos melhores mirantes de Edimburgo.


Depois de mais alguns minutos o sol começou a nascer e realçar a beleza de Arthur’s seat ainda mais. Revoada de pássaros e a super lua onipresente me fizeram sentir muito contente.
Tirei mais algumas fotos, e contemplei a paisagem incrível mais uma vez antes de fazer o caminho de volta.
O sol já brilhava forte, o céu estava azul e, surpreendentemente, a grande lua cheia ainda estava lá.

Arthur's seat
Queria ter tido mais tempo para desfrutar Hollyrood Park e passear no outros morros. Mas depois de todo o esforço, estava com fome e queria voltar para o hotel para o cafe da manha, e também aproveitar minhas últimas horas em Edimburgo.
Essa trilha do Arthur’s seat deveria estar na lista de todo mundo quando visitar Edimburgo! É uma grande oportunidade de sentir como se estivesse nas montanhas escocesas e ao mesmo tempo ter uma visão panorâmica de uma das mais belas capitais europeias.

Visitando Edimburgo 

  • Onde está localizada?

Edimburgo está localizada na costa leste do extremo sul da Escócia (Mapa aqui).

  • Como chegar lá?

∗ Tem um aeroporto internacional em Edimburgo, que por sinal é super bem conectado com outras capitais europeias e outras cidades ao redor do mundo. Algumas das companhias que voam pra la são: RyanAir, EasyJet, British Airways, Flybe, Emirates , Delta e TAP. Do aeroporto você pode pegar o VLT pro centro da cidade.

∗ Outra opção é chegar na cidade de trem saindo de Londres. Você pode checar o site da National Rail para mais informações.

∗ A maneira mais econômica é de ônibus, e as empresas são: MegaBus, National Express e CityLink.

  • Melhor época para ir?

Você pode visitar Edimburgo em qualquer época do ano, mas lembre-se que Janeiro é o mês mais frio, Outubro é o que mais chove, e o período mais seco é na primavera e no começo do verão.

O mês de agosto é considerado por muitos o melhor mês para visitar Edimburgo por conta dos festivais, e também porque o tempo está bom e os dias são longos (tem sol até às 21h). Porém esse é o mês mais cheio e os preços dos hotéis tendem a ser mais caros.

Se você quer evitar multidões pode ir de abril a junho.

  • Onde eu fiquei?

Fiquei no The Principal Edinburgh George Street Hotel.

  • Custos da Viagem

∗ Três noites no The Principal Edinburgh George Street Hotel: £ 346 (sem café da manhã)
∗ Aluguel do carro por quatro dias com a Avis: £ 96

Edinburgh Arthur's seat

 

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.