Visitando a Montanha Phnom Kulen, Camboja

Você está planejando visitar o Camboja? A Montanha Phnom Kulen tem que estar na sua lista!

Assim que desembarquei em Siem Reap, percebi que a cidade é muito diferente de Bangkok e das outras que visitei no Sudeste Asiático. Não há grandes edifícios, por exemplo, engarrafamentos, e a maioria dos moradores andam de bicicleta ou motos.

O estilo de vida simples e descontraído, observado da janela do táxi em direção ao hotel, me fez sentir bem e relaxado, e eu gostei da cidade imediatamente.

A maioria dos turistas só vêm para Siem Reap para ver os templos – Até  conheci pessoas que vieram para a cidade pra passar apenas um dia e meio…

Mas só visitar os templos e tirar fotos não vai lhe dar um sentido real da cidade e de seus habitantes. Além disso, Siem Reap tem um lado rural que é absolutamente fascinante.

Planejando minha viagem ao Camboja, entrei em contato com Backstreet Academy, uma agência que oferece passeios únicos com guias locais em todo o Sudeste Asiático, pois queria explorar o interior  de Siem Reap, e, ao mesmo tempo, observar de perto estilo de vida dos cambojanos.

Phnom Kulen Moutain
Bicicleta estacionada na rua enquanto o dono pescava nos arrozais.

Entre uma miríade de passeios que Backstreet Academy oferece, optei pelo Phnom KulenTour & Picnic, porque me daria a oportunidade de aprender mais sobre o budismo e o hinduísmo; conhecer a vida local; e também visitar uma cachoeira surpreendente, o que seria um bônus, pois eu adoro natureza. Ainda melhor, era o fato de que seria passeio privado, e dessa forma atenderia os meus interesses e horários.

Phnom Kulen Tour & Picnic

O passeio leva os visitantes a Montanha Phnom Kulen, localizada 50 km de Siem Reap, e considerada pelos Khmers a montanha mais sagrada do Camboja.

Um dia depois de visitar os templos de  Siem Reap, acordei às 7h, e o motorista e o guia Soy Kosal, me pegaram no Hillocks Hotel.

Soy Kosal é um morador de Siem Reap que estudou Gestão de Projetos e trabalhou na área de hotelaria por quase 7 anos.

Minutos depois de deixar Siem Reap, estavamos cercados por campos de arroz com enormes palmeiras em uma paisagem de tirar o fôlego. O céu azul, o sol e as nuvens deixaram o cenário ainda mais bonito e pitoresco.
Phnom Kulen Moutain

Mil Lingas

À medida que subíamos a “Mountain das Lichias”, a paisagem mudou drasticamente. A estrada ficou mais estreita e rodeada por vegetação exuberante, além de enormes rochas que surgiam do nada no meio da passagem. A primeira parada foi no rio Phnom Kulen e numa água termal.

O “Rio de mil Lingas” é chamado assim por causa dos muitos símbolos fálicos, “linga”, representante da Shiva no hinduísmo, esculpidas nas rochas no leito do rio. Há lingas por cerca de 2 km que datam de 802 AC – ou seja, antes da construção dos templos em Siem Reap. Há também muitas esculturas  de Yoni (uma representação estilizada da genitália feminina, simbolizando a deusa Bhakti no hinduísmo).

Soy Rosal me disse que este local é sagrado para os cambojanos, e muitos moradores levam garrafas com água para compartilhar com amigos e familiares.

Fiquei surpreso ao ver todas aquelas rochas esculpidas em nome da religião, mas tive uma surpresa ainda maior quando cheguei à água termal.

Havia uma mulher orando ajoelhada em frente à poça d’água orando com sua família por perto. 

Ela segurava uma bacia com flores de lótus na cabeça. Estava tirando fotos deste ritual religioso desconhecido por mim, quando de repente ela começou a chorar. Meu guia explicou que em sua crença ela provavelmente fez algo errado no passado, e que ela estava chorando porque os espíritos estavam entrando nela.

O longo choro seguido por sussurros foi muito emocionante, e fiquei sem palavras!

O Templo do Buda Reclinado 

Depois de mais alguns minutos na estrada, chegamos à nossa segunda parada: O Templo do Buda Reclinado. Antes de irmos ao templo, nós compramos algumas flores, incensos e trocamos dinheiro para realizar uma tradição local.

O Templo do Buda Reclinado construído no século XVI, contém uma enorme estátua de Buda esculpida em rocha, e atrai muitos moradores que vêm diariamente para orar e serem abençoados por monges budistas.

Depois de atravessarmos um enorme portão estilizado cheio de pedintes, fomos para o topo do morro, e meu guia explicou algumas das regras a seguir:

1- Para obter a água benta de um monge, você precisa tirar os sapatos, sentar-se sobre os joelhos, colocar as mãos uma de frente pra outra no peito, reclinar o corpo e tocar o chão; repeti-lo três vezes antes e depois de obter a água benta e a bênção.

2 – Ir para o templo orar, com incenso, flores e dinheiro para doar.

3 – Acender o incenso e deixá-lo fora do templo.

4 – Colocar as flores abençoadas em um jarro com água também fora do templo.

5 – Para obter permissão para visitar o templo você precisa sentar em seus joelhos, colocar as mãos uma de frente pra outra no peito, reclinar o corpo e tocar o chão; repetir três vezes.

6 – Colocar o dinheiro em diferentes bacias espalhadas ao longo do Buda reclinado, orar cada vez que você doar o dinheiro, e inclinar seu corpo três vezes com as mãos sobre o peito.

7 – Repetir o número 5 e sair.

Eu estava fazendo todo o processo, mas pra ser sincero estava fazendo só por fazer… Meu guia percebeu e me disse para fazê-lo com o meu coração. Então, me concentrei, e senti a energia do lugar. Foi uma vibração muito forte que me fez sentir super bem.

O templo também oferece uma vista incrível da montanha que é coberta com vegetação exuberante.

Deixamos o templo e entramos no vilarejo super simples, onde as crianças estavam brincando, e a vida parecia tranquila. Seguimos até chegarmos a um restaurante próximo ao rio.

Um Break para o Almoço

A Montanha Phnom Kulen é muito popular entre os habitantes locais, especialmente nos fins de semana e durante os festivais. Naquele sábado não foi diferente, e havia muitas famílias e amigos compartilhando refeições em algumas das barracas nas margens do rio.

Pedimos pratos cambojanos, e foi a nossa vez de partilhar a refeição.

Os pratos estavam ótimos, e as porções grandes, que nos sentimos completamente satisfeitos.

Phnom Kulen Moutain

Depois do almoço finalmente fomos à cachoeira.

A Cachoeira Rejuvenecedora 

Havia muitos jovens locais brincando e tirando fotos no primeiro nível da cachoeira, que é de quatro a cinco metros de altura e 20m de comprimento.

Caminhamos um pouco, e descemos os cem passos da escada, até chegarmos no segundo nível, que é muito maior, de 15 a 20m, um pouco mais estreito, de 10 a 15m de comprimento, mas muito mais bonito e espectacular.

A vista deslumbrante da cachoeira me fez abrir um sorriso de criança, e eu não via a hora de pular na água!

Que por sinal estava ótima, e tinha alguns moradores locais e turistas. Passei algum tempo nadando e sendo massageado pelas quedas d’águas, e também pelos peixes que comiam as células mortas dos meus pés.

Amo natureza, e o tempo que passei na cachoeira me rejuvenesceu e me fez sentir extremamente feliz!

No caminho de volta para o hotel tive oportunidade de admirar e aprender sobre a zona rural do Camboja mais uma vez.

Que ótimo que fiz o passeio Phnom Kulen Tour & Picnic durante a minha estadia em Siem Reap – aliás, foi um dos melhores dias da minha viagem pelo Camboja, e sai com uma compreensão muito mais clara do país.

Visitar Siem Reap sem ir a zona rural é um erro que muitos viajantes estão cometendo.
Backstreet Academy oferece cerca de 80 coisas únicas pra fazer em Siem Reap, tais como: cutelaria medieval, colheita de arroz com um família local, estadias em fazendas, etc … Assim, durante sua visita à Siem Reap, você deveria fazer um passeio no campo, e aprender mais sobre o estilo de vida dos cambojanos. Isso irá fazer uma enorme diferença na sua visita!

Boa viagem e aproveite Siem Reap!

Visitando Siem Reap

  • Onde está localizada?

Siem Reap é a cidade capital da província de Siem Reap, noroeste do Camboja. Siem Reap é uma cidade super turística pois é a porta de entrada para os famosos tempos de Angkor. (Veja o mapa aqui).

  • Como chegar lá?

Há um aeroporto internacional em Siem Reap, e algumas das companhias aéreas que operam são: AirAsia, Thai Airways, Singapore Airlines, Vietnam Airlines, Cathay Pacific, British Airways e Malaysia Airlines.

Outra opção é pegar um ônibus de Bangkok, Phnom Penh e Ho Chi Minh City. Você pode comprar as passgens online com: Giant Ibis ou Mekong Express.

  • Onde eu fiquei?

Eu fiquei no Hillocks Hotel and Spa.

  • Custos da Viagem

∗ Seguro de viagem por 5 meses pelo sudeste asiático: R$ 844 com a World Nomads
∗ Phnom Kulen Tour & Picnic: US$ 99. Tem um desconto super bom para grupos a partir de 3 pessoas.

* Fui convidado pela Backstreet Academy para fazer esse passeio, e todas as opiniões aqui são pessoais e imparciais. 

7 comentários em “Visitando a Montanha Phnom Kulen, Camboja”

  1. Fiquei muito preocupada quando você disse que havia perdido grande parte do seu belo trabalho…Mas a vida linda continua e você terá coisas grandiosas e tão bonitas quanto o material que você perdeu… Não me canso de admirar tudo o que você expõe… É tudo muito legal. Maravilha… Amo “viajar” com você… hehehehehe Beijos meu querido!! Continue vivendo intensamente!!! <3

  2. Achei esse passeio meio salgado pro meu orçamento rs.
    Deixa eu te perguntar uma coisa. Teu seguro viagem world nomads foi bom? vc precisou acionar? pois fiz uma cotaçao agora e ele parece bem em conta

    • Bom dia Ticiano.
      Tudo bem?
      Esse preço é porque você vai sozinho num carro com o guia. Mas se tiver alguém pra dividir fica mais em conta 😉
      O World Nomads é um dos melhores seguros do mercado. Pode comprar sem preocupação. Não precisei acionar eles, mas sei de vários casos com sucessos.
      Precisei acionar um outro uma vez e foi uma decepção :-/
      Você vai adorar o Camboja. Os templos são fenomenais!!
      Abraço e bom fim de semana.

  3. Boa tarde,
    Me interessei muito em conhecer o local mas achei poucas informações na internet. Vc acha q se simplesmente alugar um tuk tuk pra me levar é suficiente ou preciso de um guia pra fazer um tour? Pois só alugando um tuk tuk sai muito mais em conta.
    Obrigado

  4. E outra dúvida: em quanto tempo consigo fazer esse passeio? Pois o dia que queria reservar pra esse passeio tenho q voltar e meu vôo é as 21:45

    • Oi Breno.
      Acredito que você possa ir de tuk-tuk sim.
      Os únicos detalhes serão que você nao terá um guia, mas sim um motorista, e a estrada de terra.
      O preço é um apouco alto pq é um passeio privado. Você olhou se eles não estão oferecendo o passeio em grupo agora?
      Veja esses daqui tb: https://bit.ly/2YgQrml
      Dá tempo sim de você pegar o voo esse horário. Vc vai fazer o check-out e só voltar pra pegar as coisas no hotel e sair, ou vai fazer a reserva até o dia seguinte?
      Abs

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.