Viajar é muito mais do que tirar fotos para o Instagram

Muita gente viaja influenciada pelas redes sociais!

Posso contar vários lugares que visitei e fotos que tirei inspirado em imagens de influenciadores digitais, blogueiros e celebridades que eu vi no meu feed do Instagram.

Na verdade houve um tempo que eu usava Instagram apenas para aprender sobre novos destinos e planejar minhas próximas viagens.

viajar
Depois de ver tantas fotos de Trolltunga, decidi conhecer a Noruega em 2014.

Mas, com a alta popularidade do Instagram, a plataforma tem mais de 1 bilhão de usuários diários, muitas pessoas começaram a usá-la pra ganhar atenção, exibir sua beleza e ostentar suas viagens.

Não há nada de errado com isso. Todo mundo gosta de ser agradado, receber bons comentários e elogios nas fotos. Não é verdade?!

O problema é quando você apenas tira fotos pro seu Instagram, muitas vezes você pode deixar de aproveitar todas as outras coisas que o destino tem para oferecer.

Recentemente tive familiares próximos que viajaram para Milão e tiraram fotos em frente a um dos lugares mais Instagramáveis da cidade: a Catedral Duomo. As fotos ficaram ótimas ​​e eu até ajudei a escolher as que iriam pro Instagram. Elas visitaram a catedral e subiram no teto? Elas nem sequer sabiam se a catedral estava aberta; só tiraram as fotos e foram embora…

Uma amiga que estava planejando visitar o Rio pela primeira vez no último natal entrou em contato comigo pedindo algumas dicas. Ela só tinha um dia na cidade, e apesar de minhas sugestões para visitar o Cristo Redentor, Pão de Açúcar, o centro da cidade ou as mundialmente famosas Praias de Copacabana e Ipanema, ela só foi à Pedra do Telégrafo (a “temida” ponta do penhasco que se tornou famosa no Instagram) e ignorou todas as outras atrações que a Cidade Maravilhosa tem para oferecer.

Este tipo de situação está ficando tão comum que me fez refletir nas razões pelas quais estamos viajando. Seria somente para tirar fotos para o Instagram, provocar inveja nas redes sociais, ganhar curtidas, comentários agradáveis ​​e aumentar nossos números de seguidores???

Viajar é muito mais do que tirar fotos para o Instagram!

viajar
Novos comentários, curtidas e seguidores são capazes de deixar muitos Instagrammers felizes.

Viajar é…

Aprender coisas novas

Se há uma coisa que eu amo relacionada à viagem é aprender coisas novas!

Na verdade eu acho que tenho o emprego dos meus sonhos como blogueiro só porque estou constantemente adquirindo novos conhecimentos.

Queria poder viajar para sempre e aprender sobre todos os fatos históricos que não aprendi na escola (minhas aulas de história eram chatas e eu odiava); as razões por trás da construção dos célebres edifícios de cada cidade; os diferentes estilos arquitetônicos, artes e religiões; os costumes e tradições inusitadas; etc.

Para mim, viajar é a única maneira de satisfazer a minha insaciável necessidade de aprender!

Quando você viajar, seja curioso (a), faça perguntas, converse com moradores, visite museus, faça passeios guiados, leia sobre os lugares… não somente tire fotos e vá embora, por favor.

Chinchero viajar
Aprendendo a tinturar lã com pigmentos naturais em Chinchero, Peru.

Colecionar experiências memoráveis

Acredito que todos nós temos pelo menos uma lembrança de viagem que faz nossos olhos brilharem e nosso sorriso abrir amplamente.

Viajar com amigos, cantar suas músicas favoritas durante uma viagem de carro, voar de avião pela primeira vez, chegar em uma cidade que você sempre sonhou, perder sua “virgindade de viajar sozinho”, etc…

Se “a vida é feita de aventuras e das memórias que são criadas”, como afirma Katie Grissom, nada é melhor do que viajar para preencher nossas vidas.

Quando você viajar, não perca a oportunidade de provar coisas novas, ter experiências que você nunca imaginou e fazer algo memorável que você irá lembrar para sempre.

Pode ser subir em um vulcão ativo, nadar com tubarões, dançar como se não houvesse amanhã, compartilhar uma refeição deliciosa, viajar com sua família ou simplesmente relaxar em uma praia deserta de mãos dadas com alguém que você ama.

viajar Viagem para Bahamas ilha dos porcos nadando com porcos nas Bahamas
Nadar com tubarões em Exuma, Bahamas, foi inesquecível.

Superar seus medos

Para algumas pessoas viagem é sinônimo de medo. Isso pode até ser uma doença chamada hodophobia.

Elas tem medo de voar, se perder, não conseguir se comunicar, se machucar, ser roubada, etc.

Ainda bem que eu não tenho essas preocupações quando viajo.

Minha primeira viagem ao exterior só aconteceu quando eu tinha 31 anos. Fui para 7 países e me apaixonei tanto por viajar que sigo viajando desde então.

Medos?? Claro que tenho. Mas eu não deixo eles me afastarem de quaisquer oportunidades que possam aparecer.

Recentemente eu saltei do bungee jump de ponte mais alto do mundo na África do Sul. Foi uma decisão muito difícil, mas no final fiquei tão feliz por ter superado esse medo que me senti como se tivesse ganhado na loteria.

Você está com medo de viajar sozinho (a) pela primeira vez? Não viaja pro exterior por causa da barreira linguística? Medo do desconhecido? De deixar sua zona de conforto?

Escuta, meu caro, este mundo é gigantesco e um milhão de maravilhas e experiências estão esperando por você. Não fique parado por causa de seus medos. Em vez disso, supere-os. Você vai se sentir fantástico, eu prometo.

Fazer novas amizades

Uma das melhores coisas quando viajamos é definitivamente a oportunidade de fazer novos amigos.

Nós sempre pensamos sobre os lugares que vamos conhecer, as coisas que queremos ver e fazer, mas raramente pensamos nas pessoas que podem cruzar o nosso caminho. E acredite em mim, essas pessoas podem fazer uma grande diferença em sua viagem.

Você pode conhecer pessoas no aeroporto, no avião, no seu albergue (que é um lugar fantástico para conhecer outros viajantes), durante um passeio, etc. Você só precisa estar aberto e deixar a timidez em casa!

Quando você está viajando, você tem oportunidade de conhecer pessoas de vários lugares do mundo. Pessoas que você pode compartilhar suas experiências, dicas, opiniões e até mesmo gastos.

Por favor, fale com estranhos e faça novos amigos quando estiver viajando!

Viajar é fazer novas amizades
Dançando nas ruas de Budapeste com Morgana, uma brasileira que conheci em Viena em 2011.

Sair da zona de conforto

Você acorda, toma café da manhã, trabalha das 8h às 18h, volta para casa, janta, assiste TV e vai pra cama.

Você sabe o transporte que irá utilizar pra chegar ao trabalho, o restaurante onde almoçará, a hora que você terá que sair de casa e quando estará de volta.

Você se sente seguro. Isso é ótimo. Não acha?! Mas também um pouco entediado. Não é?!

Não me leve a mal! Eu também gosto de rotina, mas só quando estou em casa.

Quando viajamos temos a chance de deixar nossa zona de conforto para trás e mergulhar fundo no desconhecido. Eu sei que pode ser assustador e desafiador, mas também empolgante.

Vestir os trajes tradicionais de outros povos e adaptar-se às diferenças culturais dos lugares que visitamos abre nossa cabeça para novas perspectivas e visões de mundo, acrescenta conhecimento e nos ajuda a compreender os outros de uma maneira diferente.

Então, da próxima vez que você estiver pensando em fazer a mesma viagem para o mesmo lugar, por que não aventurar-se?

Viajar é sair da zona de conforto
Varanasi foi um dos lugares que mais me tirou da minha zona de conforto…

Se perder e se encontrar 

Eu sei que ninguém gosta de se perder. Mas não se preocupe, porque perder-se é também parte integrante da viagem.

Na verdade, até peço-lhe que se perca, mesmo que seja apenas um pouquinho.

Quando você passeia pela cidade e se perde, você descobre tesouros escondidos que você não tinha nem conhecimento. Pode ser um restaurante, mural de grafite, edifícios, estátuas, etc. A rua “errada” pode transformar-se exatamente no caminho certo….

Para mim, se perder é uma das melhores maneiras de realmente apreciar a cidade.

Lembre-se de que você está numa aventura, assim relaxa e desfruta do passeio.

Viajar é descobrir novos lugares
Se perca e seja surpreendido. Place Vendôme, Paris.

Viajar também é importante para encontrar o seu verdadeiro eu, ajuda você a aprender mais sobre suas preferências, como ser independente e cuidar de si mesmo.

Lidar com o inesperado

As coisas nem sempre saem como planejado quando estamos viajando: voos podem estar atrasados, você pode precisar passar uma noite extra em um determinado lugar, o museu que você tanto queria visitar pode ter sido fechado inesperadamente para reforma, etc.

Quando você viaja sozinho (a) e tem que lidar com algo inesperado, os problemas podem parecer ainda maiores.

Você já leu o meu post Quando as coisas dão erradoMinha carteira foi roubada enquanto estava no Peru e me peguei em um país estrangeiro, sem cartão de crédito e dinheiro. E eu estava viajando sozinho…

Então, quando as coisas derem errado, apesar da frustração, simplesmente siga outros caminhos, faça um novo roteiro e procure coisas diferentes para fazer.

Uma vez que você aprende a adaptar-se às mudanças imprevistas em suas viagens, é mais fácil lidar com as mudanças em sua vida diária também!

viajar é lidar com o inesperado
Não sabia o que fazer depois que tive minha carteira roubada no Peru…

Se transformar numa pessoa melhor

Se você olhar para trás e comparar a pessoa que você era antes de viajar com a que você é agora, a diferença será drástica.

Viajar ensina responsabilidade, tolerância e paciência. Também ensina você a apreciar o que você tem, desperta sua curiosidade, amplia sua visão de mundo, te desafia e ajuda a ter mais confiança em si mesmo para resolver melhor os problemas e ser um indivíduo mais corajoso.

Pouco a pouco, as viagens vão moldando a melhor versão de você.

Lembro-me da minha primeira vez em Paris em 2008. Estava jantando com um amigo francês e seus amigos quando eles me apresentaram uma grande variedade de queijos e vinhos que eu nunca tinha visto antes. Meu Inglês era limitado e eu não conseguia expressar meus sentimentos e opiniões muito bem. Me senti como um tabaréu no meio de uma grande cidade…

Anos depois e dezenas de países visitados, eu estava em Mendoza, Argentina, conhecendo algumas vinícolas e fazendo degustação de vinhos. Como fiquei feliz e orgulhoso pois desta vez eu pude comentar sobre os vinhos com confiança e conhecimento…

Quando comecei a viajar, eu não sabia que as viagens me mudariam tanto!

Sou “perfeito” ou a melhor pessoa do mundo?? Longe disso! Mas tenho certeza de que sou uma pessoa melhor agora e as viagens definitivamente contribuíram para isso.

viajar
E eu sigo degustando vinhos em todos os lugares que vou… África do Sul, 2018

Então, da próxima vez que você planejar uma viagem, lembre-se de que viajar não é somente sair de férias e tirar fotos pro Instagram.

Divirta-se no seu próximo destino!

Ah, e não esqueça de compartilhar este post, por favor 😉

Continue lendo:

1 comentário em “Viajar é muito mais do que tirar fotos para o Instagram”

  1. Oi, Pericles! Vi o pin no Pinterest e me interessei. Já vi muito disso, mas acho que a vez que mais me incomodou foi nas esculturas do Sapatos no Danúbio, em Budapeste, quando a garota ficou fazendo selfie sorrindo. Além de ser um desperdício de viagem, foi uma falta de respeito. Tava na cara que nao sabia nada sobre a historia do país e mais especificamente sobre a escultura.
    Abraços

Deixe um comentário