3 Melhores Trilhas da Noruega em 3 dias

Quais as melhores trilhas da Noruega? Kjerag, Preikestolen e Trolltunga são na minha opinião as melhores trilhas da Noruega, e o bom é que você pode fazê-las em apenas três dias.

Não lembro exatamente como e quando foi a primeira fez que vi uma foto de Trolltunga, na Noruega. Mas lembro que quando vi, disse que queria conhecer esse lugar. Quando soube que a trilha era de 8-10h, já não estava tão certo assim que queria ir.

Depois de um tempo vi as fotos de Kjerag (o K é mudo) e Preikstolen (Pulpit Rock), a Noruega saltou do nada pra segunda posição na minha lista, perdendo apenas pra Indonésia.

Viagem programada pra Europa, claro que Noruega tinha que está inclusa. Deu trabalho pra juntar a informação necessária de como fazer as três melhores trilhas da Noruega em três dias. Já estava ficando maluco quando o pessoal do VisitNorway e da empresa de ônibus Tide me socorreram.

Reservas feitas e passagens compradas. A ansiedade era grande para ver esses tão famosos fiordes e fazer algumas das melhores trilhas do mundo.

Eu não tinha nem ideia de como eram as trilhas. Só sabia a duração de cada uma, e que tinha que levar bastante água, comida e agasalhos. Stavanger foi o ponto de partida para as minhas aventuras, porque só começando por essa cidade eu conseguiria fazer as três melhores trilhas da Noruega em três dias.

Cheguei lá fim de tarde, deixei a mala no hotel e fui explorar um pouco da cidade histórica. De lá fui ao mercado comprar comida para levar na mochila (sanduíche, suco, barra de cereal, um mix de castanhas e duas garrafas de água – detalhe que cada garrafa de água me custou quase US$4,00). Os preços na Noruega são bem salgados; aliás, soube que a Noruega é um dos países mais caros da Europa.

As 3 Melhores Trilhas da Noruega

Kjerag

O ônibus pra Kjerag saiu do terminal de Stavanger as 7h30min. A paisagem super bonita, o tempo um pouco nublado, e o motorista contando um pouco do cotidiano da vida local, deram o tom da viagem.

Ele falou que esse ano eles tiverem muita neve, em alguns lugares cerca de 2 a 3 metros de neve, e nas montanhas até 10m. Então era de se esperar que os fiordes ainda estivessem com neve, o que pra mim foi um charme a parte.

A duração da viagem foi de 3h15min, e as 10h45min chegamos no ponto de partida pra começar a trilha pra Kjerag, a primeira das três melhores trilhas na Noruega que eu iria fazer.

A trilha não é fácil. Cheia de subidas e descidas, algumas vezes andando em degraus, outras cruzando lençóis de água provenientes das cachoeiras. Tanto nas subidas quando nas descidas, as correntes presas ao solo ajudavam bastante. A trilha é marcada com um T vermelho em várias rochas. Aliás, rochas é o que mais se vê nesse trilha. Às vezes tinha a impressão de que estava andando na superfície lunar.

A recompensa vinha quando me aproximava da beirada das montanhas e via o fiorde. A vista é de tirar o fôlego!!! Nunca esquecerei quando cheguei na ponta de um fiorde pela primeira vez, tão alto tão alto, que o medo de cair, a adrenalina, e a vista te dão uma sensação que é difícil de explicar…. eu soltei um “uau” e abrir um sorriso de criança. Não podia deixar de registrar esse momento.

Best hikes
Na beirada do fiorde pela primeira vez, Kjerag, Noruega

Depois de 1h50min, cheguei na tão famosa Pedra Suspensa. Os 10m finais estava coberto de neve, e brinquei com as pessoas que estavam tirando foto pra ter cuidado, pois aquela parte estava mais perigosa do que em cima da pedra em si.

Assim que cheguei na fila, escutei de uma italiana que ela ficou com medo quando estava em cima da pedra, e o namorado dela me aconselhou a não olhar pra baixo. Confesso que antes de subir na pedra, olhando para baixo dá muito medo pois é muito alto (cerca de 1000m), porém quando estava na pedra não tive medo algum.

Melhores Trilhas da Noruega
Sem medo!! Kjeragbolten, Noruega

O tempo variou bastante nesse dia, sol entre nuvens, completamente nublado, e neblina. A vista do fiorde era incrível!! Três cachoeiras, neve e o lago do fiorde formavam um cenário inacreditável!!

Fiquei surpreso com esse cenário, pois só tinha visto fotos das pessoas em cima da pedra, mas nem imaginava que tinha essas quedas d’Água. Não resisti e sentei na beira do fiorde outra vez, para contemplar a paisagem e tirar fotos. O engraçado foi que a adolescente que pedi pra tirar minha foto estava morrendo de medo, enquanto eu sentado na beira do fiorde não tinha medo algum.

Melhores Trilhas da Noruega
Curtindo a vista na beira do fiorde, Kjerag, Noruega

Depois do break pro lanche e pra descansar um pouco, fiz o caminho de volta com o casal de italianos. Contemplando a paisagem, tirando fotos, bebendo água potável diretamente da fonte, e conversando sobre viagens e lugares que já visitamos, foi o tom da volta.

Eu diria que Kjerag foi a mais difícil das três melhores trilhas que fiz na Noruega.

As 16h45min o ônibus partiu de volta pra Stavanger. De volta à cidade, foi hora de tomar banho, jantar e voltar ao supermercado pra comprar mais comidas pro próximo dia. Stavanger é uma cidade bem pequena, com um centro super charmoso.

Preikestolen

No próximo dia peguei um ferry de cerca de 40min, e depois um ônibus de 20min pra Preikstolen.  O dia estava ensolarado, super agradável, perfeito pra fazer essa trilha, e aproveitar a vista da tão famosa Pulpit Rock.

Logo do começo percebi que a trilha seria super diferente da outra. Na verdade essas três melhores trilhas da Noruega são completamente diferente umas das outras.

Havia várias árvores no caminho, um grande lago era visível quando olhava para trás, e até a trilha em si era mais fácil. O único detalhe é que eu não fui o único quem decidiu aproveitar esse dia lindo pra conhecer um dos pontos turísticos mais famosos da Noruega. Muita gente, gente de todas as idades, de crianças de colo a idosos, e até mesmo cachorros (que por sinal vi em todas as trilhas) estavam lá.

Diferente de Kjerag, a trilha era estreita, com caminho definido, e vc tinha que seguir a trilha, ou seja, esperar e respeitar cada pessoa e seu ritmo, o que me incomodou um pouco. Muita pedra também, mas dessa vez só para compor os degraus, lama, e as árvores formavam uma sombra boa, o verde deixava tudo bem mais bonito. Só se ver o fiorde a partir do quilômetro final, onde a trilha em si desaparece e você pode caminhar no platô onde quiser, até os metrôs finais, onde já se vê o Pulpit Rock.

Best hikes, Preikestolen

A imensidão do fiorde, é algo que te deixa boquiaberto. De cima do Pulpit Rock, você tem uma vista de 180 graus, de pura obra divina. Você não consegue nem imaginar onde o fiorde começa, e onde termina.

O sol deixava o lago esverdeado, e tudo muito mais bonito. O legal do Pulpit Rock é que tem uma área bem grande pra você ficar e apreciar a vista.

Você ainda pode subir um pouco mais as montanhas e ficar num lugar mais reservado e ter uma vista ainda mais bonita.

Best hikes, Preikestolen

Preikestolen foi a mais fácil e agradável das tres melhores trilhas que fiz na Noruega.

Estava super feliz lá, e a vontade de ficar mais era grande. Mas tinha que fazer o caminho de volta e pegar o ônibus as 14h45min, detalhe, o único, para Odda, onde finalmente faria o meu maior desafio físico, a tão sonhada e esperada trilha para Trolltunga.

Estrada pitoresca

A viagem de ônibus foi algo simplesmente inesquecível. Acredito que a mais bonita que já fiz na minha vida (o páreo é duro entre essa viagem e cruzar a Cordilheira do Andes). A estrada é rodeada por montanhas cheias de árvores, cobertas de neve no topo, com dezenas ou até mesmo centenas de cachoeiras, rios, e lagos.

Fiquei boquiaberto a viagem inteira, me recusava a dormir para não perder um só segundo, e corria de um lado pro outro tirando fotos. Desejava estar de carro e parar a cada 100m para tirar foto.

Best hikes

Sabia de uma cachoeira na beira da estrada bem perto do local que ficaria; quando o ônibus passou por ela nem vi nada pois as janelas ficaram completamente molhadas. Fiz o check-in, deixei a mala e queria ir a qualquer custo conferir essa cachoeira.

O detalhe que ficava a cerca de 10km do camping que fiquei, e pra completar tinha um túnel, o que faria a corrida na estrada ainda mais perigosa. O jeito foi pedir uma carona básica, o que consegui com um casal de espanhóis que não conseguiram alojamento no camping.

Conversamos tanto, que nem vimos o túnel. Paramos pra tirar umas fotos, mas na minha cabeça a foto perfeita era correndo na estrada. O que fiz, e me senti completamente como uma criança. Extravasava alegria!!! Devo ter passado correndo na estrada umas três vezes… fiquei completamente encharcado.

Esse talvez tenho sido um dos momentos mais felizes da minha viagem. Não sei se pelo fato de ter conseguido ver a cachoeira e quão bonita ela era, pela ansiedade dos momentos antecedentes a Trolltunga, ou por tudo.

Best hikes

Na volta consegui carona com duas australianas (mãe e filha). Desci no centro de Odda para jantar, e comprar comida para para o dia seguinte. Parecia um pouco louco, e depois do vinho e finalmente um salmão norueguês, estava mais feliz ainda.

A previsão do tempo era de chuva para o domingo, 09 de agosto. Daria muita sorte de fosse de sol, pois nessa região eles têm muito pouco dias de sol. Dormi bem, sozinho, num quarto para três pessoas.

Confesso que acordei um pouco apreensivo, com uma preguiça e até um frio na barriga, diante de um dia cinzento de domingo. Esperava que várias pessoas estivessem indo fazendo essa que é a mais famosa das três melhores trilhas norueguesas, mas não via movimento algum no camping.

A esperança era encontrar uma carona até o ponto inicial da trilha, em vez de ter que andar os 2Km pro centro e pegar um ônibus. Nada. O bom foi que esse dois quilômetros, beirando uma cachoeira e com vista para um lago, montanhas e as casas da pacata cidade, serviram de aquecimento físico e mental.

Best hikes

 Trolltunga

O estacionamento da trilha, fica de frente para uma cachoeira e no fundo tem um lago grande cercado por montanhas. Imaginei que teria muito gente fazendo a trilha, mas pra minha surpresa não. Dois casais de asiáticos que estavam no mesmo ônibus que eu, e um outro casal da Ásia com uma filha de aproximadamente 9 anos também estavam começando a trilha.

Comecei o primeiro quilômetro da Trilha de Trolltunga perdendo todos eles de vista, a euforia era grande. Mas o lamaçal e um subida super inclinada, me deram um banho de água fria. Não sabia onde por o pé, tudo era lama. Até a corda que servia para nos apoiar e marcar a trilha estava toda suja de lama. Em vários pontos os degraus ainda eram visíveis, outros só as pegadas das pessoas.

Respirava ofegante e pensava, se o primeiro quilômetro era daquele jeito nem queria imaginar o resto.

Em segundos vi o pai da menina rodar em plena minha frente e cair de bunda na lama, em meio a gargalhada dela, noutro segundo atolei meus pés na lama, um de cada vez. Conheci um casal da Alemanha e o rapaz de aproximadamente 24 anos me disse que o primeiro quilômetro era o pior. E de fato foi.

40min só para um quilômetro, pensei que desse jeito faria a trilha de 11Km por volta de 400min (6h), enquanto minha intenção era fazê-la em 4h. A partir do segundo quilômetro tudo melhora: a lama diminui bastante, a subida não é tão íngrime, e a vista, faz você querer andar de costas o tempo inteiro.

A altura da trilha é de 1250m. Quanto mais a gente sobe, mas encontra gelo. Aliás, várias partes da trilha passamos pelo gelo. As vezes me sentia que estava andando num glaciar. Dois fatos me chamaram atenção nessa quantidade de gelo: uma pequena lagoa azulada (típica de glaciares), e umas manchas rosas na neve (que é areia do deserto do Saara, uma cena comum nos Alpes europeus).

Além do gelo e da lama, você passa por várias cachoeiras provenientes da neve derretendo. Em algumas a cena é interessante pois você caminha em cima duma camada espessa de gelo, enquanto a água flui por baixo dessa camada.

À medida que vc se aproxima do topo, é possível avistar o fiorde. Em algumas partes é impossível não parar pra apreciar a vista. A paisagem é sensacional!!!

Best hikes, Trolltunga

Cada vez que passava pelas placas que marcavam a quilometragem ficava feliz e falava: agora só faltam 7Km, só faltam 6Km… Estava tão ansioso para completar a trilha, que no último quilômetro sai correndo feito louco…

A euforia era grande!! Sentia minha perna como não tinha sentido nos 10Km anteriores, tiveram algumas subidas, gelo, mas estava tão alucinado que perdi a trilha e quando vi já estava de cara com o ponto culminante da trilha: Trolltunga. A sensação de estar naquele lugar é algo difícil de por no papel. Todo o esforço, 11Km em 4h20min com certeza valeram a pena. Trolltunga realmente não leva a fama à toa.

Hora de esperar na fila pra tirar a tão sonhada foto. Os 30min que esperei na fila pareciam eternos… além do mais tremia de frio… Mas a visão que tinha compensava tudo. Aquelas montanhas cobertas de neve, aquele lago azulado e infinito, não parecia ser coisa desse mundo. Quando as pessoas se aproximavam da ponta pra tirar foto dava mais medo do que quando sentei para tirar a minha foto…. Fotos tiradas, fui finalmente comer algo. Ainda tremia de frio.

Best hikes, Trolltunga

Andei um pouco mais pra ver o fiorde de outros ângulos e então fiz o caminho de volta. Apesar de sentir um pouco o trapézio e os ombros, não me importei nem um pouco de andar os 11Km de volta. Era a oportunidade que tinha de apreciar tudo aquilo outra vez. Se tem algo nessa trilha de especial, eu diria que não é só o fato de estar na tão famosa Trolltunga, a trilha inteira é de tirar o fôlego. Que natureza exuberante essa da Noruega!!!

Trolltunga foi a melhor e a mais gratificante das 3 melhores trilhas que fiz na Noruega. Faria outra vez com certeza!!

Gastei 3h10min pra voltar, algo super impressionante para mim. O primeiro quilômetro agora era o último, e continuou sendo o pior.

Acordei cedo no outro dia pra continuar minha viagem. A vontade que tinha era de ficar mais, mas tinha que seguir.

Se Deus é brasileiro, com certeza ele deve ter algum parente Norueguês…

Planejando Fazer as Trilhas da Noruega

  • Onde estão localizadas as três melhores trilhas da Noruega?

Você pode conferir o mapa aqui.

  • Como chegar lá?

Kjerag: 

∗ De ônibus: tenho ônibus saindo de Stavanger para Øygardstøl operado pela empresa Tide Reiser.

∗ De carro: pra chegar em Øygardstøl você precisa pegar um ferry para Lysebotn e continuar de carro, ou então a estrada via Sirdalen (que é fechada no inverno). Tempo de viagem: 2h30min cada trecho (saindo de Stavanger).

∗ Tem um estacionamento pago em Øygardstøl.

Preikestolen:

∗ De ônibus: há um ferry saindo de Stavanger para Tau e, em seguida, um ônibus de Tau a Preikestolen  operado por Tide Reiser.

* De carro: A partir Stavanger pegar a estrada 39 South para Sandiness, 13 East para Lauvik, atravessando a balsa (Nor 58 para um carro, não incluindo os passageiros) para Oanes, e continuar até Preikestolen (bem sinalizado).

* Existe um estacionamento pago em Preikestolen, uma cabine de informações e instalações sanitárias.

Odda:

* De ônibus: há um minibus partindo da praça principal de Odda para Skjeggedal, que é o ponto de partida para a trilha pra Trolltunga.
Existem partidas diárias de táxi ônibus / maxi entre 15 de junho a 15 de setembro.
Preço em 2018: NOK 250 (ida e volta)

Da estação de ônibus de Odda
Segunda-feira a sexta-feira (a viagem demora cerca de 35-40 minutos.):
Horários: 07:35 09:10 10:25 11:20
Sábado e domingo (a viagem demora cerca de 35-40 minutos.):
Horários: 07:35 09:15 10:15 11:15

De Skjeggedal
Segunda a Sexta:
Saída: 16:10 18:00 19:10 20:10
Chegada em Odda: 16:50 18:45 19:55 20:35
Sábado e Domingo:
Saída: 16:10 18:00 19:10 20:10
Chegada em Odda: 16:40 18:30 19:40 20:35

Se você estiver em Kinsarvik / Lofthus você pode ir de serviço de transporte público de e para Odda.
Itinerário para a linha 991 (Geilo – Odda).

* De táxi: você pode entrar em contato com táxi no tel. +47 53 64 14 44 ou  [email protected].

* De carro: dirigir até Tyssedal (6 km de Odda) na rota 13. Siga as indicações para Skjeggedal e Trolltunga. Depois de cerca de 7 km você chega no estacionamento de Skjeggedal. Estacionamento em Skjeggedal (200 NOK / dia) ou Tyssedal (100 / dia) (2016). A taxa de estacionamento é usado para financiar instalações públicas na área.

Para chegar a Odda:

Saindo de Oslo
Alt. 1: Train Oslo-Voss  www.nsb.no. Rota do ônibus 990 Voss-Odda  www.skyss.no  (sem reservas, somente dinheiro)
Alt. 2: Serviço de Ônibus “Haukeli ekspressen” Oslo-Odda  www.nor-way.no  (Reservas online)

Saindo de Stavanger e Preikestolen  (foi isso que eu fiz).
O serviço de ônibus “The Trolltunga-Preikestolen express” (durante alta temporada) Stavanger-Preikestolen-Røldal-Odda-Tyssedal-Lofthus-Kinsarvik.  www.tidereiser.com   (Reservas online)

  • O período certo para fazer as melhores trilhas da Noruega?

Kjerag:

∗ A trilha está aberta de maio a outubro / novembro e é recomendada fazê-la durante o verão (de junho a setembro).

∗ O ônibus circula diariamente de junho até o início de setembro (em 2018, de 9 de junho a 2 de setembro).

Preikestolen:

∗ A trilha pode ser feita durante todo o ano, mas é aconselhável de abril a outubro. A melhor época é durante o verão.

∗ O ônibus circula de final de março a novembro (em 2018 de 24 de março a 30 de novembro). E o ferry está incluído no bilhete também.

∗ Você pode comprar o bilhete do ferry no píer e do ônibus depois de atravessar o lago, mas recomendo reservar tudo com antecedência.

Trolltunga:

A temporada recomendada para Trolltunga é de 15 de junho a 15 de setembro.

Se você não for durante o verão, preste atenção a estas datas:
16 setembro – 28 outubro recomendado com guia.
29 de outubro – 16 de fevereiro NÃO recomendado, altamente perigoso.
17 de fevereiro – 14 de junho recomendado com guia (calçados especiais para neve).

  • Onde eu fiquei?

Fiquei no Scandic Stavanger City e Odda Camping.

  • Custos da viagem

∗ Vôo da Norwegian Airline de Oslo até Stavanger: US$71.

* Duas noite no Scandic Stavanger City com café da manhã incluso: US$ 150.

∗ Ônibus: US$ 64 pra Kjerag.

Ônibus de Stavanger (Preikestolen) para Odda: 655 coroas norueguesas (US$ 77).

* Duas noites em um quarto triplo em Odda Camping : 1610 NOK (US$ 190 – com todas as amenidades incluídas – toalha, lençol…)

* Ônibus de Odda para Skjeggedal: 200 coroas norueguesas (US$ 24).

Informações adicionais

∗ Todas as trilhas na Noruega são sobre sua responsabilidade.

∗ Use roupas apropriadas pra trilhas.

∗ Leve comida, água e kit de primeiros socorros.

∗ Em algumas áreas não tem cobertura para celular.

∗ Norwegian Airline e Sas operam de Oslo para Stavanger.

∗ Para horários e preço da empresa de ônibus: Tide Reiser.

∗ Para mais informações sobre acomodação, transportes e essa trilha, visite a página:  www.visitnorway.com.br

12 comentários em “3 Melhores Trilhas da Noruega em 3 dias”

  1. Que roteiro sensacional Pericles, obrigada pelo post! Estou indo sozinha no comeco de setembro, eh perigoso ir so, ou voce recomenda agencias?

    • Obrigado Cecilia!!
      Quando em setembro você quer ir e como que estão seu condicionamento físico?
      Kjerag e Pulpit Rock acredito que você consiga fazer sozinha sim. Já Trolltunga melhor ir com uma agência ou fazer acompanhada com alguém porque o primeiro quilometro é muito difícil.
      Mas olha, tinha gente de todas as idades fazendo essa três trilhas viu?!
      Bjs

  2. Olá Pericles,

    Estou planeando copiar a sua “aventura” para a semana de 10 a 17 de Junho (ema mais de 3 dias 🙂 ).
    Mas tenho algumas dúvidas, por exemplo, ficando a dormir em Stavanger, é possível fazer a trilha Trolltunga ou convém sempre passar a noite anterior a Odda?

    Obrigado
    João

    • Oi João. Tudo bem?
      Obrigado pelo comentário aqui 🙂
      Que legal que você vai fazer essas trilhas !! Irá adoro-las 😉
      Saindo de Stavanger pra Odda você só chegará lá à tarde, e não dará tempo de fazer Trolltunga. Mesmo que vc esteja de carro, acho que ficará muito encima da hora pois no geral são 8h de trilha.
      Você terá que dormir duas noites em Odda (a anterior e a do dia da trilha). Vc voltará quebrado e não vai quero fazer mais nada, só descansar 😉
      Abraço de divirta-se muito!!
      P.S: Demorei pra responder pq estou no sudeste asiático e em alguns lugares aqui a internet é complicada…

  3. Oi Pericles,

    Obrigado pela resposta.
    Estou com dificuldades para obter transporte de Stavanger para Odda em Junho uma vez que a Tide Reiser só começa a operar a 1 de Julho. O mais provável é ter mesmo que alugar um carro.
    Outra questão, pelo que percebi Odda ainda fica longe do início da trilha Trolltunga, é fácil arranjar boleia?
    Obrigado
    João

  4. Puxa se tivesse visto isso antes não tinha sofrido tanto p montar meu roteiro!!!! Fiz o trolltunga e o preikistolen. O kjera estava fecha pois fui em maio. Foi uns.dos melhores passeios que fiz.
    Parabéns está tudo muito explicado. Lindo de morrer

    • Oi Rosângela.
      Obrigado!!!
      Que legal que você fez esses trilhas. Também quebrei a cabeça na época pra montar o roteiro.
      A Noruega é super bonita!!
      Ah, parabéns por ter feito Trolltunga hein?! A trilha não é fácil 😉
      Grande abraço.

  5. Adorei seu relato … Tô morrendo de vontade de fazer essas trilhas na Noruega … eu sempre tenho férias em outubro e já vi que não dá nesse período né… Então tenho que tentar conseguir férias antes … ótimas dicas … valew

    • Muito obrigado Analy!!
      Essas trilhas são demais. Cada uma é uma experiência diferente.
      Fora do período que mencionei até dá pra fazer, mas não é aconselhável.
      De repente você pode pegar férias em setembro, e fazê-las no começo desse mês ???
      Abraço

  6. caramba que sorte a minha achar seu blog! Estou aqui quebrando a cabeça tentando montar meu calendário para agosto deste ano partindo de Bergen e fazendo as 3 trilhas se possível em 3 dias também. Você tem alguma sugestão por onde devo começar?
    Estou tentando calcular tempo e dinheiro e minha dúvida é se vou primeiro direto de Bergen para Odda ou se faço como voce e vou de Bergen para Stavanger.

    Obs: Chego em Bergen as 10 da manhã…

    • Oi Jordana.
      Mil desculpas.
      So vi sua mensagem agora.
      Entao, eu fiz exatamente desse jeito por conta dos voos e do horário do ônibus.
      Veja direitinho qual o horário do ônibus saindo de Odda para Stavanger. No site tem o link.
      Como peguei o ônibus saindo da Pedra do Pulpito deu tempo de chagar em Odda e fazer Trolltunga no outro dia. Você fazendo ao contrario tem que ver que horas vc chega em Prekeistolen e quais os horários de la pra Stavanger. Dai vc chegando em Stavanger mesmo que fim de tarde / noite, dá pra vc fazer A pedra suspensa no no outro dia. Vai ser puxado, mas dá pra fazer.
      Qq duvida pode me passar o email.
      Se puder fazer as reservas de acomodação, seguro, etc, pelo site eu te agradeço muito. So usar esse link 😉
      Abs e boa sorte.
      https://www.7continents1passport.com/?lang=pt-br

Deixe um comentário

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.