Viagem a Bahamas

Minha viagem a Bahamas foi uma idéia de última hora.
Quatro de julho estava chegando e eu não queria ficar nos EUA. No entanto, não estava disposto a gastar um muito dinheiro em uma viagem num fim de semana prolongado.
Então, passei horas e horas tentando encontrar um boa promoção nesses sites populares que oferecem pacotes de viagens. Porém a maioria deles era muito caro! Finalmente, em torno de 2h da manhã de um sábado eu encontrei um pacote de uma viagem a Bahamas por cerca de US$ 700 com vôo e acomodação inclusos. Sem hesitação eu fechei o negócio.
Com o pacote reservado, comecei a procurar coisas pra fazer nessa viagem a Bahamas (o país tem mais de 700 ilhas).
Sabia que não queria passar os meus três dias só olhando para a água turquesa e cristalina…
Tinha visto fotos dos porcos nadadores de Exuma, sim porcos sabem nadar, mas eu não tinha certeza se eu queria nadar com eles. Tinha encontrado um passeio interessante: nadar com os famosos porcos, e também com tubarões. Tubarões ??? OMG! Eu nunca pensei que poderia nadar com tubarões. Na verdade, a idéia me deixava nervoso. Mas achei que deveria ser seguro caso contrário eles não levariam as pessoas pra fazer o passeio…
Fiz algumas pesquisas e contas, e finalmente decidi gastar mais US$ 200 na excursão, fora o vôo de Nassau para George Town, Exuma.
Com apenas uma mochila fui para o aeroporto JFK tomar o vôo de três horas. Quando o avião estava descendo pude observar os diferentes tons de azul da água que estava à minha espera nas Bahamas.

View of Nassau from the airplane.
Vista de Nassau do avião, Bahamas.

Assim que cheguei ao aeroporto de Nassau perguntei no balcão de informações turísticas qual era a praia mais bonita. “Esta é uma pergunta difícil porque todas as praias são lindas.” Mas me confirmaram que uma praia chamada “Love Beach” era uma das mais bonitas.
No táxi percebi que eles estavam completamente certos! Todas as praias que passamos era lindas.
Fiquei num hotel na área da Cable Beach (Praia do Cabo) bem simples, como eu esperava, e me senti feliz porque não estava lotado como tinha lido em muitas resenhas.
Meu quarto estava com um cheiro estranho, mas eles me mudaram para um outro no segundo andar com varanda e vista para a piscina. O “upgrade” foi bom, mas para mim não era importante porque tinha planejado ficar no hotel apenas para dormir.
Deixei minhas coisas, peguei um mapa, e um táxi por US$ 5,00 com um homem das Bahamas que me viu esperando o ônibus. Ele disse que ônibus era para os moradores locais e que turistas pegam táxi.
Desci na frente de um resort à beira-mar com um restaurante aberto ao público. O clima não estava tão bom, mas felizmente o sol estava brilhando e a água turquesa reluzindo.
Tirei algumas fotos enquanto esperava no restaurante pra comer um famoso prato das Bahamas, “conch fritters” (uns bolinhos de concha fritos). Enquanto esperava a comida caiu uma chuva forte. O céu mudou drasticamente, mas como me falaram, era apenas uma tempestade de verão, e foi.

Love Beach, Nassau.
Love Beach, Nassau.

Depois do almoço relaxei um pouco, tirei uma soneca em uma das cadeiras de praia à beira da piscina, e caminhei na praia.
Pensei em ficar lá para ver o pôr do sol, mas o tempo ainda não estava bom e resolvi pegar um ônibus de volta ao hotel. No dia seguinte acordei super cedo para tomar meu vôo para Exuma.

Exuma

Em menos de 24 horas eu estava de volta ao aeroporto.
Fiz o check-in com a Bahamas Air; caminhei até o portão de embarque e depois até a pista do aeroporto. O avião era tão velho que eu duvidei que ele poderia voar com segurança. Estava tão assustado que dormi todo os 40 minutos de vôo e fiquei super feliz quando pousamos.
O motorista da Coastline Adventures me pegou no aeroporto e após cerca de 50min chegamos ao cais para pegar o barco para a excursão.
A lancha deixou o cais e a música estava alta: “Bahamas, Bahamas…” As pessoas a bordo começaram a beber, dançar, conversar e dar muita gargalhadas… e eu me divertia como nunca…
O tempo estava perfeito, e à medida que avançávamos mar a dentro, a água mudava de cor: azul, azul escuro, azul claro, azul-turquesa … E eu me perguntava quantos tons de azul poderia haver…
O piloto fez algumas paradas para nos contar sobre as ilhas privadas e seus proprietários famosos, e numa fração de segundos vimos o guia pular na água para pegar o nosso aperitivo.

 Os porcos nadadores

O passeio de barco parecia não ter fim. Passaram-se quase duas horas até chegarmos ao primeiro  ao primeiro destino: uma ilha com água azul-turquesa e areias brancas. Fiquei espantado com tamanha beleza e me perguntei por que paramos lá, até que eu vi seus habitantes.
Dezenas de porcos de todos os tamanhos e cores estavam na areia, e alguns deles vieram nadando em nossa direção. Pegamos pedaços de pão e saltamos do barco.
Alguns dos porcos eram muito preguiçosos e não queriam entrar na água apenas por um pedaço de pão.

Me diverti muito nadando, brincando e alimentando os porcos.

Os porcos eram super bonitinhos, especialmente os bebês. Como os porcos chegaram à ilha ninguém sabe, mas o fato é que eles vivem em um pedaço do paraíso.

Depois de um curto passeio, paramos em um banco de areia no meio do oceano. Eu podia caminhar por vários metros com a água apenas em meus joelhos.
Enquanto nós relaxávamos e tirávamos fotos, o nosso capitão e o guia preparavam uma salada de concha, um prato exótico das Bahamas. O prato era saboroso, muito melhor do que os bolinhos que comi um dia antes, e terminei comendo três porções…
Estava super ansioso porque depois dessa praia íamos em direção a Compass Cay para finalmente ver os tubarões.

 Nadando com tubarões

À medida que entramos na marina de Compass Cay pudemos ver outros barcos e também tubarões. O barco estacionou e vi tubarões nadando para cima e para baixo bem debaixo dos meus pés…

Era a primeira vez que via um tubarão e eu não podia acreditar que estava ali não apenas para ver os tubarões, mas também para interagir com eles.
Tive que pagar US$ 10 como taxa de manutenção, a fim de nadar com os tubarões.
No começo eu apenas sentei no cais sem palavras por causa da quantidade e tamanho dos tubarões. Alguns deles eram muito grande! Me abaixei e comecei a acariciá-los Uma mulher de Washington DC foi a primeira de nossa excursão a pular na água. O nosso capitão alimentava os tubarões jogando pedaços de peixe para eles. Esse tipo de  tubarão é inofensivo, mas eles não são vegetarianos. Quando a mulher saiu da água foi a minha vez.

Uma experiência memorável !

Em um certo ponto eu estava cercado por pelo menos quinze tubarões. Eles estavam todos vindo por causa da comida, é claro, mas estava passando a mão neles e eles não se importavam. Eu não esperava que os tubarões pudessem ser tão dóceis! Fiquei na água tanto quanto eu pude, ora acariciando ora nadando com os tubarões.

Foi mágico e inesquecível !

Nós ainda tivemos mais três paradas na nossa excursão: uma pra almoço, outra para visitar outra ilha habitada por centenas de iguanas, e a último para snorkeling na gruta Thunderball onde eles filmaram dois filmes de James Bond.

Deixei Exuma convencido de que foi a melhor decisão que eu poderia ter tomado nessa viagem a Bahamas.

Ainda tinha mais um dia, mas sabia que este quatro de julho seria imbatível.

Centro de Nassau

Domingo, 5 de julho, fui à uma praia no centro que um amigo me sugeriu. Junkanoo Beach está situada junto ao porto e ,por isso, é uma das praias mais visitadas nas Bahamas. A infra-estrutura não era a melhor, a areia não era tão fofa por causa das pedras, mas a água… cristalina … azul esverdeada, clara e morna.
Havia dois cais, um em cada lado da praia, criando uma espécie de piscina no meio. Da praia eu podia ver alguns dos navios no porto, as pessoas andando de caiaque e um farol numa ilha do outro lado.
Estava lá, entre turistas e moradores locais.
Tudo estava ótimo e podia ter ficado na água o dia todo, mas queria checar o centro da cidade e a famosa Paradise Island (Ilha Paraíso).

A poucos passos da praia fica o centro da cidade de Nassau, cheio de casas coloniais e coloridas. Tem também um mercado de artesanatos e souvenirs. Lojas, restaurantes e esse mercado dependem muito dos turistas que chegam de navios.
Por volta das 4h da tarde tudo já estava fechado e as ruas estavam uma clamaria so… Almocei e fui a Paradise Island.
Podia ter tomado uma van ou até mesmo um táxi, mas decidi caminhar e explorar um pouco mais do centro da cidade.
O sol estava queimando meus ombros, mas eu queria admirar um pouco mais a bela arquitetura colonial.
Depois de uma caminhada de 25min cheguei à ponte que liga New Providence Island, onde está localizada Nassau, à Paradise Island, a mais famosa ilha das Bahamas.

 Paradise Island

Paradise Island é o lugar onde está os mais famosos resorts e hotéis, dentre eles: Atlantis, One and Only, RIU… quase todos esse hotéis conhecidos estão lá.

Há também uma marina, um casino, um aquário, restaurantes, lojas e tudo com um visual moderno e arrojado. Parei na marina, que é cheia de lojas e belas palmeiras, para tirar algumas fotos e me refrescar um pouco, e depois fui para a praia.

A praia tem cerca de 4Km de comprimento, águas esverdeadas e areia branca super macia, e estava super tranqüila e relaxante. Me senti como se estivesse num paraíso… E na verdade eu estava!

Andei um pouco, tirei várias sonecas, e depois do pôr-do-sol voltei para Nassau.

Na segunda-feira de manhã minha viagem a Bahamas estava chegando ao fim e acordei super cedo para aproveitar minha última manhã.
Corri, nadei, e até fiz ioga na praia.
Por volta das 16h eu desembarquei em JFK sem um centavo na carteira, mas me sentindo como se eu tivesse longe por meses em vez de apenas três dias, e como se tivesse voltado de um paraíso.

Viagem a Bahamas
Reserve seu hotel aqui com a Booking.com, e eu ganho uma pequena comissão para seguir viajando e escrevendo 😉

Visitando as Bahamas

  • Onde ela está localizada?

As Bahamas está localizada no Oceano Atlântico, 80 Km ao largo da costa da Flórida. O país é composto de 700 ilhas e ilhotas distribuídas em 160.000 quilômetros quadrados (veja o mapa aqui).

  • Como chegar lá?

* O aeroporto principal é o Aeroporto Internacional de Nassau, agora conhecido como  Aeroporto Internacional Lynden Pindling, e está situado a 16 km a oeste de Nassau, New Providence Island.
Você pode comprar sua passagem com o Skyscanner ou Momondo, que são so sites que uso.
* Saindo dos EUA os voos diretos sao com: DeltaUnitedJetBlue, BahamasairSouthwest Airlines
* Não tem vôos diretos saindo do Brasil. O mais fácil seria voar para os EUA, principalmente Miami ou Fort Lauderdale, e tomar outro vôo de lá.
* Outra opção é voar para qualquer capital do Caribe e pegar um outro vôo lá. Melhor opção seria Santo Domingo uma vez que a Gol e a Tam tem vôos direto para a capital da Republica Dominicana.

* Para Exuma, há um aeroporto internacional em Moss Town, a noroeste da cidade de George Town, e há voos diretos de Nassau, Miami, Atlanta e Toronto.
∗ Tem também ferryboat de Nassau até Exuma com Bahamas Ferries.

  • Melhor época para visitar

* As Bahamas pode ser visitada durante todo o ano, com temperatura entre 21C (no inverno) e de 26 a 32 C durante o verão.
* Mas há duas coisas a considerar:

  1. A temporada de furacões vai de junho a novembro.
  2. Os meses com mais chuva são maio e junho.
Average rainfall in the Bahamas, 2015.
Precipitacao média das Bahamas, 2015.
  • Onde eu fiquei?

Eu fiquei em Nassau no  Coco Plum Resorts Bahamas, e apenas voei para Exuma para fazer o passeio.
Se você estiver procurando acomodação, os hotéis que recomendo são:

Exuma: Grand Isle Resort, Paradise Bay, Hideaways ExumaSunrise at Three Sisters, Exuma Beach Resort.
Nassau: Sandyport Beach Resort, Marley Resort & SpaBritish Colonial Hilton Nassau, Holiday Inn Express, Meliá Nassau Beach.
Paradise Island: Sunrise Beach Club and Villas, Bay View Suites, Comfort Suites, The Cove Atlantis, Warwick Paradise Island.


  • Custos da viagem:

* Pacote com a Travelocity, incluindo passagem aérea e alojamento: em torno de US $ 700.
∗ Passeio com a  Coastline Adventures : US$ 200.
* Vôo de ida e volta saindo de Nassau com Bahamas Air: cerca de US$ 100.

  • Para mais informações sobre as Bahamas: 

Para mais informações sobre as Bahamas visite o  Site Oficial das Bahamas

• Se você quiser fazer esse passeio com a Coastline Adventures durante sua viagem a Bahamas, você terá que pegar o primeiro vôo saindo de Nassau para chegar em Exuma antes das 7h.

Aqui o vídeo completo da minha viagem a Bahamas.

Viagem a Bahamas
Viagem a Bahamas
Viagem a Bahamas

2 Comments

  1. Muito legal o seu post ! Na verdade é o único que comenta sobre a direção exata de como chegar na ilha dos porcos . Estive em Nassau há 2 anos atrás e por falta de informação não consegui visitar a ilha . Irei pra lá no mês que vem novamente e agora , graças a sua ajuda , poderei nadar com os porcos . Estou pensando até no passeio dos tubarões ! Parabéns pelo blog !

    • Muito obrigado Angela!!
      Feliz em ouvir isso 🙂
      A ilha dos porcos é de tirar o fôlego, e nadar com os tubarões será inesquecível. Não tem perigo 😉
      Estou aqui desbravando o sudeste asiático 😉
      Boa viagem e divirta-se nas Bahamas.
      Bjs